Um tempo para tudo

Durante muito tempo tive dificuldade em conciliar o tempo de trabalho, de descanso e de diversão. Parecia sempre que não havia horas suficientes no dia e que ficava sempre a dever tempo a alguma coisa.

Se calhar também já te sentiste assim: a correr atrás do tempo e com listas de tarefas infindáveis. Por isso gostava de partilhar contigo um texto que li e que me ajudou a mudar o mindset para viver com mais calma.

Diz mais ou menos assim:


Neste mundo tudo tem um tempo determinado e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo para nascer e morrer, para plantar e arrancar, destruir e construir, chorar e rir, . Há tempo para estar de luto e tempo para dançar e celebrar, tempo para afastar e tempo para abraçar, para fazer silêncio e para falar...


inspirado num pedaço da bíblia, Eclesiastes 3


Nos últimos tempos ouvimos falar de hustle, de lutar pelos sonhos e projectos e sermos guerreiras do empreendedorismo. (que eu acho óptimo), mas isso só funciona se ao mesmo tempo também descansarmos, passarmos tempo com amigos...

Uma pessoa que só "hustle", que passa todo o tempo a trabalhar acaba por ficar esgotada e ter poucos inputs novos.

Como pessoas que somos, somos também multifacetados e complexos e precisamos de alimentar todas as nossas facetas. Precisamos de ser guerreiras no tempo de ser guerreira, mas também ser princesas. Que é como quem diz, termos um lado lutador e um lado suave e alimentarmos os dois no nosso dia-a-dia.


Aquilo que tenho percebido é que existe mesmo um tempo para tudo. Que as 24 horas do dia são suficientes, desde que façamos uma gestão sábia do tempo e dos itens que estão na nossa lista de tarefas / expectativas.


O texto que leste há bocadinho diz que há um tempo para abraçar e um tempo para afastar... ou seja, há um tempo para estarmos com as nossas pessoas e estarmos com elas de forma presente e envolvida, mas também é preciso que haja um tempo para estar sozinho. Que há um tempo para começar projectos e um tempo para mudar de rota. Um tempo para descansar sem culpa e um tempo para trabalhar de forma dedicada. Um tempo para dizer sim e um tempo para dizer não...


É tudo uma questão de ritmo, quase como uma música.

Eu estou a escrever a minha para que seja alegre e entusiasmante, e ao mesmo tempo suave e tranquila, para ter tempo para mim, para as minhas pessoas e para os meus projectos.


Quais são os teus maiores desafios para encontrares o teu ritmo?